11 de julho de 2009

168

O fato de se aceitar a opinião dos outros não significa que a gente compartilhe. É só uma questão de respeito.

Já o respeito, não significa que a gente não avance o sinal, ou que fique eternamente esperando o verde. Mas talvez que cada um tenha o seu tempo. O seu tempo, não é o meu. Poderia ter sido, às vezes a gente só escolhe não saber o tempo de cada um.

Cometo um erro crasso, tomar atitudes e transformar em meu o que alegrariam os outros. Isto porque um dia vou ser exigida, e neste momento não existirá mais a quem alegrar.

Quando acontecer, que não seja um motivo comum, e sempre deixando transparecer, que existem coisas infindavelmente legais fora de sua natureza, mas que você só está ali, por algo definitivamente mais importante do que suas próprias vontades. Existem.

É o pior tipo de extravagância a maneira como desperdiça suas chances. A frase não é minha, mas caiu feito uma luva. Bom para ecoar em qualquer mente que se predispõe a ser brilhante.

Vão ser semanas de decisões não compartilhadas.

Às vezes a gente se transforma em algo que não esperava. O segredo é continuar fazendo de forma que se tenha orgulho.
Postar um comentário