1 de janeiro de 2014

370

Dia de arrumar gavetas. Por em ordem a casa, suar muito.. Quebrar coisas importantes sem querer, se dando conta que não são assim importantes. Ver se as gavetas internas se acalmam.

Quase como domingo, saudade da família, pensar que tudo tem começo, meio e fim. Se dar conta que alguns começos vão ser necessários, trocar focos, tomar um banho gelado, esfregar bem o cabelo e continuar.

Ganhei um presente lindo de aniversário, mas só comecei a usar hoje. Uma caixinha cheia de vidrinhos, onde a ideia é colocar lembranças da vida. Hoje foi uma folhinha de louro que ganhei de ano novo e o dentão do meu gato Ruan, tirado em novembro passado.

Minha caixinha vai ser a parte palpável da vida.
Postar um comentário