29 de agosto de 2013

3---3---3....

sabe o que isto significa?

nada..

dia de jogar a conversa fora, fazer a folha corrida dos últimos meses...e descobrir que mais uma vez, vou sobreviver.

Algumas coisas ficaram, entre elas o fece--buc...depois de 10 dias, tô amando não saber da vida de ninguém. Os amigos mesmo? ligam, escrevem..sentem saudades..bom descobrir quem sente saudades!

Tenho gasto uma porrada de grana na veterinária, acho até que paguei as últimas férias dela pra Portugal!! Na minha estante de remédios, Resfenol, na estante de remédios dos bichos, boa parte da passagem pra Portugal..

Enfiar remédio na goela do Ruan duas vezes ao dia, tenho feito nos últimos 3 meses. Aperfeiçoei a técnica. Enrolo a jaguatirica numa toalha e enfio o bagulho. Já manchei umas 2 colchas e 1 cobertor quando espirra remédio pra todos os lados. Mandei lavar saiu...mas agora, vão pro lixo. assim como as duas calças de malha que eu adorava passar o final de semana...é preciso desapego pra botar no lixo suas calças de estimação...fico pensando quando tiver de fazer a mesma coisa com meu moletom...de estimação....

deixei de pintar as unhas pra ver se paravam de quebrar..
Pararam!!!! ganhei de presente a preguiça de ir na manicure..

Joguei tudo pra cima umas 3 vezes...ninguém me ouviu. Tenho ficado muito bem sozinha, e muito bem acompanhada..não acredito mais em alguns contos de fada. Fui muitas vezes péssima companhia, mas alguns simplesmente não arredaram o pé. Acho que isto se chama investimento..

Me senti excluída...mas senti bem mais forte quem me incluiu. Não seu de ferro, nunca disse que era. É bem mais fácil gostar de quem faz pose, pra correr na primeira barata..faça o teste da barata!! Mas lembre elas tem sobrevivido há mais tempo que qualquer outro ser no mundo. Então se o lance for sobreviver: Faça da barata sua melhor amiga!!

...tenha certeza que ninguém é imbatível, alguns escondem melhor. Escolhi não esconder. Escolhi ter medo e coragem das coisas certas. não guardar coisas no baú, não ter úlcera por querer mostrar algo que não sou. Escolhi ser muito boa no que sou.

....mas descobrir dá trabalho...e pra quê ficar atento a detalhes? O senso de observação já me salvou. Quem passa a régua na vida, tende a ver tudo igual, deve ser chato..só tédio...tem mais é que cumprir a burocracia da vida.

Sai um cheiro tão gostoso da cozinha do vizinho...
bateu uma fome..desejo de coisa boa, de gente querida, de chinelo, bem a vontade..com olheiras, sem olheiras...cabelo com cara de travesseiro, de gente sem medo de ser real.

Tem o meu melhor quem não tem medo do meu pior.


Postar um comentário