1 de outubro de 2013

344


Olha, nem lembro a quantidade de vezes que já fui mordida por bicho, meio sem querer, mas só na última foi babada minha. Tina Turner, a cachorra, tem problema grave na coluna e peguei ela de um jeito que sentiu dor e mordeu. Primeiro fraquinho, e eu burra não larguei, ela apertou mais e fez um pequeno estrago. BABEI!

O fato é que só comecei a me tocar de ir no hospital agora, inchado e vermelho. Clássica inflamação. Tarde livre pra conseguir uma receita de antibiótico. Só que é claro, e mais uma vez, precisava tomar antirrábica, que só é dada na rede pública. Mais uma vez, pra fila do hospital público. Um desespero, três horas de espera, vendo sintomas de AVC, e nada de atendimento, vendo crianças chorarem de dor, e nada, vendo um cara desmaiado, e a enfermeira tranquilamente dizendo que era um caso vermelho (grave!!)..cara, me deu uma dor.

Enquanto isto,  eu e mais um esperávamos uma simples primeira dose de antirrábica....o descaso nas três horas que fiquei, foi absurdo!!!! Comecei a organizar, chamar as pessoas pro atendimento...enquanto médicos e enfermeiras iam lanchar, fechavam o turno e não atendiam..A verdade é que eu e o outro cara da antirrábica começamos um pequeno motim. Na verdade ele...porque eu sou iniciante na arte. Ele funcionário da prefeitura, pediu a lista do corpo médico, porque já que a ouvidoria ficava perto do trabalho dele, não custava fazer uma reclamaçãozinha....foi ai que me toquei, levantei e disse que meu caso era o mesmo, só que eu era jornalista e trabalhava no plim plim. Em 10 minutos, apareceu a única médica disponível em TODO hospital (veja bem, o tal hospital não era pequeno).

Todos os outros médicos bonitinhos, deviam ser residentes então...eram muitos, não te olhavam na cara, com uma arrogância espetacular. Na saída, dei os parabéns para a única enfermeira que nos ajudou..estava acompanhada da mãe, também enfermeira, que ficou toda orgulhosa.

Só tenho uma coisa a dizer..o Rio de Janeiro é lindo, e todas as pessoas querem estar aqui. Recebem uma verba federal do governo, por serem o cartão de visitas do Brasil. Se dão ao luxo de gastar 1.2 bi num estádio de futebol. Desculpe, mas nunca vi tanto dinheiro ser desviado, tanta obra superfaturada na minha vida!!! Uma vergonha!!!!! Acho que o Rio é como aqueles filhos lindos de pais ricos que sempre tiveram tudo na vida. Então..não fazem força por nada. Depois não sabem porque qualquer um com desejo de trabalhar e ser ético, vão em frente aqui..LÓGICO que existem exceções, mais infelizmente são minoria..e pior..talvez já tenham se acostumado com tudo isto.

Aqui basta ter alguma grana, alguns conhecidos ou ser bem nascido, pra furarem a fila da vida. PORRRRAAA! Eu venho de uma parte do país que não recebe porra nenhuma de dinheiro do governo federal, é um lugar feio (se for comparado...porque eu acho lindo) mas simplesmente, as pessoas ainda não se acostumaram com o errado..

NUNCA demorei três horas pra levar uma injeção em Porto Alegre, e onde os hospitais públicos tem os melhores médicos...e eles não são só os caras que aparecem na coluna social...desculpe, fiquei revoltada.

Resolvi abrir um vinho, porque pra piorar tudo, preciso ficar sem beber por uma semana.

Podia ter feito matéria de abertura do Fantástico só com o Iphone no hospital, mas é claro, com medo de ser assaltada, deixei no carro...

Agradeço a Maira, a recém formada enfermeira, pela força, porque graças a deus ela ainda não aprendeu a se acostumar com toda esta barbaridade..
Postar um comentário